segunda-feira, 11 de maio de 2009

"Que país é esse?"


Já dizia a canção escrita por Renato Russo e tantas vezes cantada pelo Capital Inicial até hoje, “Que país é esse?”
Infelizmente ainda em nosso Brasil a frase de ordem é: “as coisas não vão pra frente”. Erros acontecem em todas as esferas do poder público, no Executivo, Legislativo e Judiciário (talvez neste esteja o problema mais grave, a enorme demora), o que é inadmissível não é os erros em si, eles inevitavelmente acontecem, mas sim permanecer no erro, ou seja, não ter soluções para os mesmos. Problemas simples ou não, a solução é sempre complicada, burocrática e demorada e quase sempre, quando há uma solução, é apenas uma “solução parcial”.
Um dos vários exemplos que podemos citar que demonstra esta caótica situação é a correlação entre dano moral e indenizações. Vejam o caso do pernambucano Lucimário José de Lira que foi preso injustamente por 6 anos, devido a incompetência da polícia e do Executivo em geral. Ele pode sim requerer uma indenização judicialmente contra o Estado, porém como costuma-se dizer, esta seria uma “indenização para os netos”; além da demora imensa entre as instâncias judiciárias (podendo levar mais de 10 anos), quando o mesmo finalmente ganha a causa o Estado ou a União dispõe de vários meios onde “enrolam” este pagamento, e quando pagam – depois de muito tempo literalmente – o pagamento é feito em inúmeras parcelas mínimas. Será que isso é ser de fato indenizado?...
Em relação ao Legislativo, ate quando suportaremos legisladores (Deputados, Senadores e companhia) sendo eleitos pelos partidos poderosos e não pela quantidade de votos? É por essa e outras que a troca de favores reina nas eleições, por isso os partidos fazem alianças com deus e o diabo. Em suma, vivemos num país onde partidos menores não tem chance, e além disso quando votamos em uma “pessoa de bem” co-elegemos um corrupto por outro lado, quando estes fazem parte do mesmo partido/ coligação em questão.
E quanto não ganham esses políticos somando os 4 anos de mandato! O contingente deveria ser cortado pela metade.
As coisas por aqui não funcionam por uma simples razão: “O mundo dos felizes é diferente do mundo dos infelizes” (Wittgenstein). Uns querem que as coisas continuem como estão, os outros querem mudanças já!
Enquanto a grande maioria dos políticos for composta por cidadãos que nunca experimentaram na pele a realidade do povo brasileiro, ou por aqueles que já a esqueceram, nada mudará.

8 comentários:

  1. Tem razão quanto ao que disse no final do texto. O fato, no meu pessoal, só sabemos quem é esse alguém de verdade quando damos poder à ele.
    Será que se um candidato à presidente, por exemplo, não irá se deixar levar pelo "próprio" poder?
    O difícil mesmo é encontrar alguém de verdadeiro caracter.

    Bem, excelente blog.
    Parabéns pelo texto.
    See ya

    ResponderExcluir
  2. Vivemos num país onde um deputado é capaz de dizer que "se lixa" para a opinião pública. Pobre de nós!

    ResponderExcluir
  3. Gostei d seo texto escreve muito bem esta de parabens
    da uma passadinha no meo ;D
    abração cara

    ResponderExcluir
  4. Lindo o Texto!. Amei!
    Olha tem selo pra ti no Idéias!!!!
    Mil beijos
    Barbara

    ResponderExcluir
  5. q bom vc escrever algo q fala dessa nossa justiça tartaruga! como vc falou eu acho q isso é um dos problemas mais graves q enfrentamos. afinal o "entrar na justiça" hoje em dia é muito mais ligado a ameaças e ilusoes do q fazer justiça de verdade. veja os casos em q a midia nao fica em cima o tempo todo, sao ignorados e julgados sem a devida atençao por isso vemos tantos e tantos erros como o caso das pessoas q sao presas injustamente por exemplo.
    muito bom o texto, parabens mesmo!
    bjim

    ResponderExcluir
  6. ""...Problemas simples ou não, a solução é sempre complicada, burocrática e demorada e quase sempre, quando há uma solução, é apenas uma “solução parcial”...""

    Irritante!

    ResponderExcluir
  7. otimo texto..
    é indignante a situação do povo brasileiro, o "povão", que não tem em quem confiar, nem no que se apoiar, nada q nos guie...
    o Brasil deve ser reinventado. e com urgência..

    parabéns pelo blog

    um beijo

    ResponderExcluir
  8. Verdade estes Políticos sem escrupulos usando e abusando dos cofres públicos parabéns pelo blog bom dia Antonio

    ResponderExcluir