segunda-feira, 1 de novembro de 2010

NÃO HÁ DEMOCRACIA NO BRASIL!


Não quero ser pessimista, desejo que o Brasil continue crescendo com a Dilma, mas algo é fato:

NÃO HÁ DEMOCRACIA NO BRASIL!

12 ANOS no poder, o mesmo partido, pra mim é quase FASCISMO!

PT NÃO É ESQUERDA, é só de nome, nesses 8 ANOS, mostrou que não foi nem sombra disso, não realizou nem apoiou nenhuma das reformas que nosso país tanto precisa (principalmente a agrária, tributária, política) e nem vai apoiar agora, não teremos igualdade social NUNCA (com o Serra também não teríamos a solução necessária e radical que precisamos, sei muito bem disso). Mas pra mim andamos pra trás, cuspimos na cara da democracia ao elegermos tantos petistas! Sobretudo Dilma, alguém que "caiu de pára-quedas" lá, ao contrário do Lula, homem digno, que contribuiu com nossa nação. Serra é infinitamente mais gestor e competente que ela. Contudo, isso poderia ser interpretado como minha mera opinião, e não a da maioria. MAS NÃO, quando vemos o PT ir contra projetos como o "Ficha Limpa" não é de se assustar, pois este que seria e é o primeiro passo para uma reforma política, no fundo só tem a prejudicar os grandes partidos que tomam conta do país, sobretudo agora o PT. ELES NUNCA FARÃO QUALQUER COISA QUE SEJA PARA UMA REFORMA POLÍTICA, pois isso seria dar um tiro no pé! O PT atual não olha o bem do povo, mas apenas como conseguir PODER, na verdade isso já vem de outros tempos, como quando eles apoiaram Maluf (do PDS, direita a favor do recém instinto Regime Militar) contra Tranquedo em 85.

Pode ser que você não saiba ao certo o que seja essa tal “reforma política”, são diversos pontos, entre eles o número de partidos, tempo de propaganda, voto facultativo, acabar com a co-eleição por sobra de votos (como recentemente o Tiririca elegeu mais 3 deputados com ele), punir de forma exemplar os “mensalões” da vida, em suma, ela é o que dará JUSTIÇA a eleição direta (modelo de eleição tão lutado para se implantar por figuras lendárias como Tranquedo Neves e Ulisses Guimarães, este último, diga-se de passagem propulsor da constituição de 88, cuja o PT votou contra pra variar), que hoje não passa de uma eleição para "inglês ver". A começar pelo tempo de TV, CUJO COMANDA E FAZ A ELEIÇÃO, este se basea na quantidade de parlamentares que um determinado partido tem, o que por sua vez gera essas "coligações" cada vez mais absurdas que vemos, para se unicamente conseguir mais tempo na TV e força “eleitoreira”. Com isso o interesse do povo passa LONGE e vemos os partidos poderosos se perpetuarem no poder, formando cada vez impérios maiores e mais alienatórios (sabemos que isso não é exclusividade do PT, que a propósito acaba de "dominar" a Câmara Federal e o Senado com a grande maioria, para quem não sabe isso significa praticamente um império de uma cabeça só, foi isso que fizemos ao votar, a nossa democracia está assim mais perto de uma MONARQUIA ou ARISTROCRACIA, no que diz respeito a esfera federal, o que não é nada bom para um povo tão diverso como o nosso).

O que temos agora é um "Domínio Vermelho"! Uma única cabeça pensante e que na prática decidirá tudo apenas segundo os seus interesses e não os do povo. Favorecer os pobres não passa de “promessas”. Para citar um exemplo entre muitos, a educação é um ponto que vivo atualmente na prática. Hoje, sem sombra de dúvida, os investimentos feitos nas Universidades Federais, tão propagados pelo PT como inclusão e ensino superior para todos, NÃO PASSA DE PROPAGANDA BARATA, não condiz com a verdade. Cerca de 80% dos alunos da UF são pessoas que tem renda familiar acima de R$ 3.500,00 ou já tem nível superior. Portanto, investir em tais locais é investimento na educação dos “RICOS”. Na outra mão, vemos escolas de ensino básico caindo os pedaços, e nada para mudar de fato é feito para elas, sabe por quê? Porque para eles, digo os governantes em geral, quem está ali não pode passar de serventes!
No caos que se encontra a educação hoje, o certo e justo seria COBRAR MENSALIDADES dos ricos para estudarem nas Universidades Federais, com a renda que geraria, o problema da educação estaria praticamente liquidado e ai então poderíamos ter a educação de graça para todos. Se o PT (partido que eu já tive grande simpatia) fosse esquerda como se fundamentou, faria algo semelhante para mudar a calamidade que nos encontramos, vendo pessoas que ganham salário mínimo tendo que pagar para estudar enquanto “filinhos de papai” estudam de graça. Antes que alguém rebata, PROUNI E FIES, no fundo não passam de “máscaras”; no caos que encontramos a educação atual, esses programas tem sim lugar, mas o que eles são na realidade é o governo perdendo dinheiro, pois com eles se paga a vaga de quem não pode pagar para estudar 2 VEZES, pois o lugar desses deveria ser nas UF.
Enfim pararei por aqui, poderia dizer muito mais, mas não quero me prolongar mais. Portanto, terminarei falando das pesquisas (cujas são quase uma afronta ao voto secreto). Hoje, elas não são liberdades de expressão e/ou comunicação, são fortes FATORES DE ALIENAÇÃO. Pois são muitos os que votam como se estivessem diante te uma corrida de cavalos, não é raro ouvirmos, “não voto nele, pois não vai ganhar mesmo”, ou pior ainda, “vou votar nele por que vai ganhar”. É o fim!

36 comentários:

  1. Infelizmente o que vem ocorrendo é a "burrocracia", não votei na Dilma, pois acho o Serra mais preparado para assumir tal cargo, porém como vc disse, não podemos ficar nos lamentando, e sim, torce para que a nova presidenta faça um bom governo, caso contráio, nós seremos os prejudicados. Se puder dê uma passada no http://sem--hipocrisia.blogspot.com/

    Abço!

    ResponderExcluir
  2. Aff não queria que a Dilma tivesse vencido

    ResponderExcluir
  3. Sempre falei isso! Muita gente não votou na Marina porque sabia que seria uma perda de tempo. Como de fato, foi. Não gosto da Dilma, nem do PT. E não acho que esta sendo pessimista, só esta vendo as coisas com clareza.
    é triste, mas esse é o Brasil que vivemos. Depois quando digo que oi brasil é até um bom país o problema e que tem muitos brasileiros, dizem que eu que sou babaca. Bom post!
    Beijos e sucesso! :D

    ResponderExcluir
  4. A verdade é que o povo nem sabe o que significa isso! A única coisa que nosso povo entende é que privatizações é ruim, que esmola é bom e assim eles vão sobrevivendo. O governo do PT é ditador e cruel com pessoas que vivem a margem da miséria pois eles aterrorizam psicologicamente essas pessoas, falando que se a oposição ganhar vai tirar os beneficios dados pelo governo e etc. O facismo tem várias máscaras e no Brasil ela é encobre as faces do PT e do PMDB.

    ResponderExcluir
  5. vejo razão em algumas ponderações mas muitos equívocos em outras..
    O que o brasil necessita não é de um governo que seja originalmente bom..mas de uma socieddae participativa que coloque o governo a seu serviço..
    Governo algum jamais agradará a todos..O governo Lula tenta equilibrar essas forças administrando as riquezas e diminuindo a pobreza..pois descobriu que diminuindo a pobreza ajuda aos próprios ricos visto que isso aquece a economia..E a Dilma brilhantemente continuará esse processo avançando muito mais..Inclusive a previsão é de que o governo dela será muito melhor que o do Lula,pois encontra a casa no rumo certo é só guiar e promover a profundas mudanças que tanto foram desejadas por Lula para o nosso povo.
    Mas voltando ao cerne da questão,uma sociedade participativa serve-se de seu governo rumando-o para onde desejar..A democracia no Brasil de fato engatinha no entanto é um problema de mão dupla..
    lula garantiu que saindo do governo concentrará seus esforços na reforma política,que não simplesmente uma reforma eleitoral ou dos políticos ou constitucional...Tende a ser uma reforma societária,dos meios de controle social sobretudo da mídia,cultural,educacional,moral...
    Porque será que política no Brasil (em termos geral)não passa de uma discussão eleitoreira??
    Precisamos entender algumas questões buscando no cotidiano..Como uma pessoa que não tem o que comer no outro dia vai pensar política?è uma questão lógica e de prioridades.
    Garantindo questões básicas como saúde,educação,alimentação,saneamento básico,moradia ,não deixa de ser um passo para avançarmos em termos de cultura política..´Se faz primeiro necessário que cidadãos se sintam próximos do" tal fantasma da política" para posteriormente se sentirem parte dela..
    Sabemos também que os avnços tecnológicos que em tese favoreceriam e muito nesse processo favorecem mas ao mesmo tempo alienam..e dificultam ainda mais a reserva de um tempo para um debate político por exemplo..
    São muitos os fatores que constituem a complexidade da solucinática política para o Brasil,entretanto minhas previsões são positivas e creio num futuro participacionista da sociedade brasileira como uma solução para o grande problema político e social brasileiro.

    Isabella Oliveira

    ResponderExcluir
  6. RESPOSTA A ISABELLA OLIVEIRA:
    (Parte 1/2)

    Então, vamos por partes...

    Vc disse uma verdade, “pois descobriu que diminuindo a pobreza ajuda aos próprios ricos”, tem razão, por isso o PT (q atualmente virou um monstro lucrativo q só pensa e quer o poder) fez alguma coisa pelos pobres, caso contrário, NADA fariam; não sai do papel (mesmo tendo pessoas de boa vontade como o Lula, talvez só restava ele), continua os ricos mandando e apenas vemos programas para mascarar a real situação, enfim...

    Isabella, vc tem muita fé na Dilma minha cara, eu não vejo por esse lado ainda q me esforce muito mesmo, não quero ser pessimista, mas o governo dela será comandado pelos ricos e poderosos, banqueiros e grandes empresas, nesse ponto sim será mais q o Lula.

    Fala sério, vc sabe tão bem como eu q isso q vc disse, “uma sociedade participativa serve-se de seu governo rumando-o para onde desejar”, é a PURA verdade sim, mas atualmente não passa de UTOPIA! Eles NUNCA deixam e/ou deixarão o povo ter voz! Na prática, eles dominam e fazem o q bem querem com o povo...
    Veja por exemplo, aqui em BH, já começaram a fazer propagandas na TV (com nosso dinheiro), dizendo q a prefeitura está a “mil maravilhas”, alienando o povo pra reeleger a marionete Marcio Lacerda, tirando assim a voz do povo (representada principalmente pelo voto), ou melhor, falando por ele, uma vez q dessa forma constroem de maneira abusiva a opinião da massa, o q sem sombra de dúvida refletirá na próxima eleição para prefeito. Com isso manipulam as eleições, com isso, o povo não vota em um candidato, mas na propaganda desse.

    Isabella, eu prefiro acreditar em Papai Noel e na Fada Madrinha do q na reforma política q o PT realizará! rsrs... Veja, sei q vc concorda q um partido, cujo hoje tem domínio, é aquele q provavelmente mais perderá com a reforma política, certo? Hoje o PT e aliados sao a coligação q mais tempo tem na TV. São financiados pelos maiores bancos e grandes empresas. Então, me diga, o q o PT ganhará com a reforma?! Na melhor das hipóteses (e coloca melhor nisso) ele continuaria da mesma forma, logo eles não são LOUCOS de arriscarem perder o poder q hoje tem. O discurso petista sobre "reforma política" é só pra inglês vê... (continua)

    ResponderExcluir
  7. RESPOSTA A ISABELLA OLIVEIRA:
    (parte 2/2)

    ...Sobre o q é necessidade prioritária do povo, concordo contigo, por isso precisamos de uma REFORMA POLITICA JÁ. Um dos pontos é o VOTO FACULTATIVO, as pessoas não podem ser obrigadas a votar, isso tem q ser um direito, uma vez q obrigadas acabam votando de forma alienada, só pra citar um dos vários males, em varias cidades do interiror partidos políticos pagam ônibus para levarem os eleitores (q são obrigados e tem q gastar com transporte para votar) à zona eleitoral; chegam lá, é claro q vão votar no candidato q “pagou o transporte” para eles, ISSO É O QUE SENAO COMPRA DE VOTOS, voto “cabresto”, ne mesmo? Concordo contigo, temos q ter uma mudança JÁ, mas posso dizer com quase 100% de certeza (nunca podemos afirma nada 100%, ao se tratar de futuro, ne? rs) q tal mudança nem ação alguma para q ela aconteça virá pelo PT.

    Vc disse tudo, em relação ao fato das pessoas não se sentirem “parte da política”, é fato, um absurdo q vemos o tempo todo! Tem uma frase de Platão muito boa sobre isso, ele diz:

    “"Não há nada de errado com aqueles que não gostam de política, simplestemente serão governado por aqueles que gostam"

    Literalmente, “GOVERNADOS”, por isso jamais podemos nos afastar!

    Concordo tbm em relação ao q vc diz sobre a mídia e a tecnologia, é verdade.

    Enfim, se olharmos de forma mais geral, estamos tendo algum progresso sim com nossa “democracia bebê”, mas enquanto ela for manipulada e dominada pelos grandes partidos, TV e poderosos como é hoje, acho q não podemos chamar de fato de “democracia” (espero um dia podermos). O lado bom é q em pouco tempo, já tivemos um sociólogo (FHC), mostramos ao eleger o Lula, q um operário pode chegar lá, e q Dilma tem q andar na linha, pois quase metade do país não preferiu ela lá, agora é fato q mostramos tbm q uma mulher pode ser presidente, o q é muito bom (mas já q era pra ser uma mulher, seria melhor q fosse a Marina, mas fazer o que, rsrs), mostramos assim q todos podem, e q a esperança continua.

    Bom, continuemos então sonhando com o fim da grotesca desigualdade social!


    MOISES PRADO (AUTOR DO TEXTO)

    PS: Obrigado a todos, contribuiram muito com os comentário! te+

    ResponderExcluir
  8. Eu não gosto do PT, nem do Lulla e muito menos da Dilma, pra mim o PT não tem nenhum projeto de governo só tem projeto de se perpetuar no poder.
    Nunca vi um governo tão corrupto como esse e o povo ainda aplaude enganado pelas palavras que são só palavras.
    A minha geração lutou contra a ditadura militar, mas posso te garantir que não foi para ver isso que ai está que lutamos.

    O quadro do país só vai mudar quando houver uma maior participação do povo nem que seja só para cobrar os nossos direito.
    Parabéns pelo post.

    ResponderExcluir
  9. Não votei no Pt na ultima eleição.
    Não votei para o Lula em nenhuma das duas vezes (justifiquei meu voto).
    Acho que o PT idealizado não condiz com as propostas iniciais do partido, e inumeras pessoas que até fazem parte do partido concordam.
    Acho obsoleto as pessoas serem cegas em relação a um goverco. Os "pai do povo" no Brasil, de Getúlio a Lula são utopia. Mas e aí? Se o brasileiro não consegue ter discernimento e elege, não só para presidente como em outros cargos, pessoas incapacitadas... Pelo menos não irá faltar Bolsa esmola e mordomias políticas após o pleito.

    http://identidade-cultural.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Nao entendo muito de politica brasileira, gostei do artigo.

    ResponderExcluir
  11. parabens pelo texto! concordo contigo totalmente, infelizmente essa é a verdadeira face da nossa politica. eu votei na marina, depois entre dilma e serra eu votei serra, nao é possivel nao perceber q numa democracia nao se deve perpetuar um partido, o mesmo acontece aqui no governo de minas.
    a verdade é, votam nesses peixes, como vc disse q caem de paraquedas, quem nao ve debate, quem nao vive nesse país, quem nao le jornal, limpam a bunca com ele, so pode

    ResponderExcluir
  12. Democracia? Aqui pelo menos nunca houve. Estamos apenas um passo à frente da ditadura propriamente dita e nada mais.

    O que existiu sempre foi um jogo de interesses e favorecimentos. Vale quem tem QI (quem indica).

    Não sei qual dos candidatos seria o melhor, porém eu preferia uma tentativa de renovação política ao invés da manutenção por mais 4 anos do governo que está aí à 8.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  13. Em epoca de eleição "tudo ta errado e é do contra"... mas depois de eleitos, "se fosse facil, alguem já tinha feito! Nos conquistamos muito!"... E todo mundo cai nessa.. inclusive nós criticos que por "segundos" acabamos pensando "hum.. ele esta certo, ele pensa no melhor"...
    aff.. ser hum,ano é triste...

    ResponderExcluir
  14. É complicado tomar partido,a minha candidata não fo para o 2° turno,e todos sabemos que a mioria no congresso e coloigado com o PT,mesmo o Serra sendo competente,bom administrador,competente e etc...ele não conseguiria fzaer um bom governo,então a maioria levou isso em consideração,as pessoas dificilmente trocam o certo peloi duvidoso,prefiriram continaur com algo que eles sabiam que já tinha funcionado,a colocar uma nova pesspoa no poder.

    E pra constar,não acho que o Serra seria um bom presidente.

    ResponderExcluir
  15. Muito Bom Seu Post...Parabéns ! Acesse Meu Blog Também - Séries e Filmes

    ResponderExcluir
  16. Nem podemos mais utilizar os termos direita e esquerda, a política virou uma coisa de louco! rs
    Mas a única certeza que ainda quero ter na ida, é igualdade social, a esperança é a última que morre!

    ResponderExcluir
  17. RESPOSTA A JÉSSICA BERDYCH:

    Jéssica, eu não acredito q a maioria tenha levado isso em consideração, nao acredito ter sido consciente dar a maioria da câmara e do senado pro PT (e aliados) pra fazer um governo poderoso (ate mesmo pq como saberíamos q Dilma ganharia de fato?).
    Alem disso, não condiz com a diversidade do povo brasileiro ter apenas “uma cabeça pensante”, essa maioria pode gerar algum fruto bom no futuro, mas a sua natureza é péssima, contraditória a democracia, pois as decisões praticamente se resumirão na opinião dos petistas e aliados.
    Esses grandes partidos, sobretudo o PT, trabalha com o marketing e a fama dos seus candidatos, elegem muitos por grana, poder e propaganda enganosa(máscaras), isso sim pode explicar a maioria.

    Então, isso também é puro marketing, não há “certo” com a Dilma, temos uma aposta, nada mais (eu particularmente tenho dúvidas). Mas nesse ponto vc tem razão, grande parte do povo cai nessa conversa de “certo pelo duvidoso” sim, o q é absurdo, afinal como ter certeza sobre o futuro?

    A verdade é q PT e PSDB hoje são bem parecidos. O diferencial do Serra não seria o partido, mas a postura, autonomia e experiência do mesmo, se o compararmos com Dilma. Isto é fato.

    MOISES PRADO (AUTOR DO TEXTO)

    ResponderExcluir
  18. A única Democracia no Brasil é aquela voltada para o "demo"nio haha

    http://umdiaentenderei.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  19. Ei Camila! Votar na Marina não foi uma perda de tempo! Muito pelo o contrário, o múmero de votos que ela ganhou mostra uma parcela da nação que acredita na mudança, que as necessidades do país está além dos interesses dos grandes partidos!

    Enfim, Moisés, é realmente lamentavel a situação em que nosso país se encontra, sendo regido por interesses maiores, ganância e soberba! É obvio que o governo não quer investir na educação, uma massa bitolada, politicamente ignorante é o poder deles! Nem haverá reforma política alguma! Se o voto fosse facultativo a abstenção nessa eleição teria batido recordes!
    Nada vai mudar se continuarmos de braços cruzados, esperando por milagres, pela consciência dos políticos que nos regem, a mudança deve partir do povo!

    ResponderExcluir
  20. RESPOTA A JÉSSICA TORRES:

    Concordo contigo Jéssica Torres. Sem dúvidas, pelo tempo de TV (horário gratuito) q a Marina (PV) tinha, a quantidade de votos que ela recebeu foi GIGANTESCA, ela é q deveria ser a Presidente se fossemos pautar por esse lado! Dilma (PT e aliados) tinha quase 15 min (além do Lula por trás), ela (PV) menos de 1,30 min!
    Mesmo pra quem não votou nela, algo é fato, não há dúvidas q a Marina deixa um legado, uma voz, uma nova esperança. Isso é inegável!

    O extremo da alienação e marketing foi consumado com a Dilma no segundo turno; Serra infinitamente mais gestor, experiente, com vasta historia na política, perder como perdeu (repito, o PSDB não seria JAMAIS a solução radical q nosso país precisa, mas ainda assim, a individualidade e personalidade do Serra pesaria bem mais). Muitos dos eleitores de Dilma votaram nela por achar q o Lula vai continuar no comando, essa é a falsa realidade q venderam pro povo, e infelizmente a maioria comprou.

    Vc diz outra verdade, a MUDANÇA TEM QUE PARTIR DO POVO!
    Contudo, sabemos q não é tarefa simples, uma vez q os “poderosos” fazem tudo para nos calar e cada vez mais vemos uma população omissa, sem voz e q nao conhece o poder q tem.
    Voto facultativo já!

    MOISES PRADO (AUTOR DO TEXTO)

    ResponderExcluir
  21. esqueci de coloca o 'jamais' no ultimo comentario, foi mal, por isso removi, estava totalmente com outro sentido, abaixo ele corrigido:

    entao, assino em baixo do que disse a jéssica torres e o moises. os votos que a marina teve jamais foram em vao, nao há so o azul e o vermelho, essa foi a nossa resposta!!!!!!!

    ResponderExcluir
  22. Enquanto crianças morrerem de fome, não haverá democracia no mundo.

    ResponderExcluir
  23. Muitos pontos foram abordados nessa boa reflexão.

    Primeiro, o PT é um espectro, não é nem sombra do que se pregava quando da sua idealização. É um direita amena, que distribui melhor a renda que os tucanos, que conseguiu elevar boa parte da população da classe D para C, por isso a popularidade, porque é um governo que se preocupa em vende a ideia de que se preocupa mais com as classes mais pobre, mas o governo do PT está longe de ser fantástico.

    Reforma política, assim como a tributária, mexe com uma estrutura, com muita gente, seria incrível, quer dizer, seria de suma importância vê-la em pauta, sendo votada, implementada. Mas não há de se esperar muita coisa onde um projeto elementar como o Ficha Limpa passa na raspa do tacho.

    Quanto à educação, há uma parcela significativa de pessoas pobres que conseguiram, depois de muita luta uma vaga numa Universidade Federal, apresento-me como um deles. Concordo com você que a maioria ali tem rendimentos muito altos, estudaram nas melhores escolas e cursinhos, por isso não me coloco contra ao sistema de cotas, não racial, mas socio-econômico. O ideal seria que o Estado investisse em educação de base, desde a pré-escola pra formar cidadãos conscientes, críticos, em condições de concorrer a uma vaga numa pública, mas, é lamentável, olha o Enem aí, mostrando como o a Cultura e a Educação são tratados nesse país infecto!

    ResponderExcluir
  24. "Que país é essse?"

    Precisamos continuar acreditando na construção de um país menos desigual e excludente.

    Abração do amigo "Calcanhar" aqui.

    ResponderExcluir
  25. RESPOSTA AO ALAN SALGUEIRO:

    Meu caro, concordo quase 100% com tudo o q vc disse, mas veja bem, quanto a educaçao de nivel superior vc deveria ser o primeiro a ir contra. Eu tbm estudo numa, estudo na UFMG, por isso temos ainda mais noçao do q quem está de fora, sabemos q os "pseudos programas" de inclusao dos menos favorecidos (me incluo nesses, pois estudei em escola pública a vida toda e sou de familia humilde) nao resolvem o problema.

    Fato é q atualmente está nas UF o pessoal q pode pagar (claro, tem exceçoes, eu, vc e mais uns 20% no máximo dos q estao la). Logo, investir ali é investimento nas educaçao dos ricos. Vc disse tudo em relaçao as escolas de base, assino em baixo!

    te+ abraçao
    agradeço a todos pelos comentário!

    MOISES PRADO (AUTOR DO TEXTO)

    ResponderExcluir
  26. Só faltou criticar também o pluripartidarismo. Hoje um deputado pode ser petista, que deveria ser nosso partido de esquerda, amanha, por um simples interesse, passa a ser do psdb e muda completamente de ideologia. No Brasil, a maioria não tem consciencia politica. Ou é bonito dizer que elegemos tiririca o deputado mais votado. RIDICULO!

    ResponderExcluir
  27. como dizem uma desconhecida no poder .. não passo por nenhum cargo no Brasil isso deixa a imagem de ' qualquer pessoa pode se candidatar a presidência e acabar com o nosso pais ' Dilma ganho porque o povo estava com medo de um outro partido entrar e mudar tudo .. claro que o outro partido não mudaria e sim ia fazer coisas .. Promessas de Dilma? nenhuma e mesmo assim ela ganhou es ai o Brasil que dizem que esta crescendo .. mais também Dilma andando de Jatinho com o Lula para um lugar bem distante com dinheiro na calcinha :)

    ResponderExcluir
  28. Acredito que exista democracia ainda em fase de desenvolvimento no Brasil. O fato de o poder se concentrar na mão dos ricos não é nenhuma novidade em um país que já viveu sob regimes monárquico, de voto censitário ou ditadura; hoje o voto é o poder que todos temos, ricos ou pobres, independente de ser utilizado com inteligência ou não. Quantos no país não sabem o que significam os três poderes que contribuem para manter? Quantos lembram-se após os quatro anos de administração das propostas dos candidatos nos quais votou?
    Julgo que o PT como partido necessitou se modificar muito para chegar aonde chegou...perdendo sua identidade e obrigando muitos a abandonarem-no. Prova disso é o surgimento do PSOL. E não acredito em grande diferença administrativa do PT em relação ao PSDB (pelo menos em âmbito Federal), embora pense que este último partido consiga ser mais neoliberal e, portanto, menos interessante para a classe "mais trabalhadora". Infelizmente ações populistas para angariar votos das classes menos favorecidas fazem que a classe média trabalhe para sustentar as classes alta e baixa. Essa não é a melhor forma de se realizar uma melhor distribuição de renda, a qual deveria partir da classe mais rica, a qual estando no poder naturalmente não irá cometer suicídio...nosso dever é buscar representatividade nas esferas de poder. E cobrar das autoridades os nossos direitos enquanto cumprimos os nossos deveres como cidadões.
    Também não penso que se devam cobrar dos ricos para estudar nas Universidades Federais, mas para todos os impostos devem ser proporcionais à renda. O Pro-Une um custo alto de investimento que poderia ser canalizado para melhorias nas Universidades gratuítas, mas que gera votos para o governo atual; a reforma na educação deve vir desde o ensino fundamental, fortalecendo o ensino e não "democratizando" vagas sem pensar na qualificação dos candidatos egressos. Quem deve ser beneficiado é quem merece o benefício...cotas e medidas populistas somente reforçam a inapetência dos administradores em realizar mudanças quando buscam alternativas mais fáceis e menos inteligentes.
    Se não se fazem revoluções sem jogar no lixo velhas idéias fora, não se deve esperar sentado por mudanças que promovam melhora da qualidade de vida do povo e mais justiça.

    Sucesso para o teu blog.
    Um forte abraço!

    ResponderExcluir
  29. Acredito que exista democracia ainda em fase de desenvolvimento no Brasil. O fato de o poder se concentrar na mão dos ricos não é nenhuma novidade em um país que já viveu sob regimes monárquico, de voto censitário ou ditadura; hoje o voto é o poder que todos temos, ricos ou pobres, independente de ser utilizado com inteligência ou não. Quantos no país não sabem o que significam os três poderes que contribuem para manter? Quantos lembram-se após os quatro anos de administração das propostas dos candidatos nos quais votaram?
    Julgo que o PT como partido necessitou se modificar muito para chegar aonde chegou...perdendo sua identidade e obrigando muitos a abandonarem-no. Prova disso é o surgimento do PSOL. E não acredito em grande diferença administrativa do PT em relação ao PSDB (pelo menos em âmbito Federal), embora pense que este último partido consiga ser mais neoliberal e, portanto, menos interessante para a classe "mais trabalhadora". Infelizmente ações populistas para angariar votos das classes menos favorecidas fazem que a classe média trabalhe para sustentar as classes alta e baixa. Essa não é a melhor forma de se realizar uma melhor distribuição de renda, a qual deveria partir da classe mais rica, a qual estando no poder naturalmente não irá cometer suicídio...nosso dever é buscar representatividade nas esferas de poder. E cobrar das autoridades os nossos direitos enquanto cumprimos os nossos deveres como cidadãos.
    Também não penso que se devam cobrar dos ricos para que estes estudem nas Universidades Federais, mas todos os impostos devem ser proporcionais à renda das classes sociais. O Pro-Une representa um custo alto de investimento que poderia ser canalizado para melhorias nas Universidades gratuítas, mas que gera votos para o governo atual; a reforma na educação deve vir desde o ensino fundamental, fortalecendo o ensino e não "democratizando" vagas sem pensar na qualificação dos candidatos egressos. Quem deve ser beneficiado é quem merece o benefício...cotas e medidas populistas somente reforçam a inapetência dos administradores em realizar mudanças quando buscam alternativas mais fáceis e menos inteligentes.
    Se não se fazem revoluções sem jogar no lixo velhas idéias fora, não se deve esperar sentado por mudanças que promovam melhora da qualidade de vida do povo e mais justiça.
    (versão com erros de português corrigidos, hehehe).
    Sucesso para o teu blog.
    Um forte abraço!

    ResponderExcluir
  30. Concordo com tudo que está escrito no texto!!! Parabéns pelo blog. Abraço.

    ResponderExcluir
  31. Concordo com tudo que você disse
    o pt é uma falsa esquerda , e acho que antes de não ter democracia aqui no Brasil parece que as pessoas são muito conformistas , não há politica por aqui ...
    estilo "pior que não fica"
    as pessoas se conformam com o ruim , não deveria ser isso
    deviamos lutar pelos nossos direitos
    e garanto que a maioria não queria nenhum dos dois , mas foi votando no menos pior
    essa é a ideia de democracia do brasil

    http://conflitopsiquico.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  32. Li o texto, e concordo com tudo isso ae.

    ResponderExcluir
  33. Eu havia acabado de escrever um texto com o título 'Se eu fosse presidenta', aí topo com a sua postagem.

    Sorte grande, excelente conteúdo, firme opinião -- mesmo assim, com a lucidez necessária para esperar pelo melhor pra nós, seja com quem for. Parabéns!

    Ah, o texto, se bater curiosidade:
    http://mulherices2009.blogspot.com/2010/11/se-eu-fosse-presidenta.html

    Um beijo,

    @karilima
    do Mulherices
    www.mulherices.com.br

    ResponderExcluir
  34. Cara, concordo com vários pontos que você citou mas de uma certa forma você cai na mesma armadilha que sustenta a vitória da "esquerda no Brasil". Vou explicar, o conceito fundamental do discurso do PT é o favorecimento dos pobres x os ricos, isso teoricamente é lindo, mas na prática inverte valores fundamentais para a evolução da sociedade. Eu não acho que os ricos devam pagar mensalidade nas Universidades Federais, hoje elas não deveriam nem existir, o mercado já supre essa necessidade, e de fato hoje as faculdades públicas são piores que as privadas. Vc já parou para pensar que "os ricos" em muitos casos trabalharam para o sê-lo e hoje são punidos com mais impostos para o bolsa família? Neste país estranho não se valoriza o trabalho, a conquista, se valoriza o fracasso...eu não sou rico, vim da merda e hoje tenho que sustentar os que escolheram permanecer nela, pago mais impostos e não tenho nada em troca, enfim isso é só uma parte da discussão pois aqui não há espaço suficiente. Se quiser continar a conversa podemos agendar outro fórum. Abraço!

    ResponderExcluir
  35. RESPOSTA AO CLÁUDIO LUIZ ALMEIDA:

    Sem dúvidas é um discussão que vai longe sim Cláudio...

    Mas veja, vc diz q "veio da merda", mas se vc de fato conhecesse a pobreza extrema, jamais diria o q disse, com todo respeito. O sistema capitalista atual apenas perpetua os ricos na riqueza e o pobre na pobreza; pois se vc nao tem nem o que comer, o que dirá oportunidades de estudo e conhecimento, a luta da classe mais baixa é para se manter vivo, isso já é uma grande vitória. Nao há como estudar e crescer em tais condiçoes.

    Salvo raríssimas exessoes, quem nasce pobre morre pobre. Ademais, veja comigo meu caro, a questão que vc levanta é de cunho mais complexo, afinal, pense, até que ponto é válido defender um sistema onde crianças sao alimentadas no lixao por um lado e no outro tem milhionário pagando centenas de milhares de dóllares pelo cesto de lixo de famosos por hobby?! ISSO É INSANO, ABSURDO! Se eu nao vivesse nesse mundo nao diria que é real...

    Como vê a questao que vc levanta vai longe, muito alem dos problemas politicos de nossa naçao. Mas foi muito bom vc levantá-la aquim pois nos dá a oportunidade de debater sobre tema tao importante.
    Nao há diferença entre os seres humanos ao nascer, por que defender uma sociedade que permite colocar um como "rei" e o outro como lixo (literalmente) simplesmente pelo poder aquisitivo? Pense nisso...

    Nada mais justo do que cobrar mais de quem pode mais para o bem do povo como um todo. Te+

    "Sempre tive a idéia de que o dinheiro não vale nada. Já disse que teria vergonha de ser um homem rico. Considero o dinheiro uma coisa sórdida". (Oscar Niemeyer)

    ResponderExcluir
  36. Creio que como a maioria dos países desenvolvidos e ditos mais ricos todos passaram por revoluções , guerras cívis e acho que o Brasil ainda vai precisar da sua para realmente se encontar , .........

    ResponderExcluir