terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Seu Jucemir e o acordeon


Ele está numa rua com nome de santo, São Paulo, só podia ser...
Pois nos encanta como um santo, trazendo paz com sua música, aliviando nosso pranto

Homem humilde, já de idade, que não enxerga... quero dizer, não enxerga com os olhos, ele enxerga com a alma, nós que somos cegos perto de alguém assim

Sempre com um sorriso no rosto, tocando para os transeuntes sem cobrar nada... Tantos passam e são abençoados pela sua bela música, mas poucos lhe fazem doações

Ele os perdoa, não está ali por isso, dinheiro não pode comprar uma alma assim... Alegre por natureza, seu acordeon é vivo, transmite vida aos aflitos corações

Seu Jucemir ali sentadinho, na dele... as pessoas passam sorrindo, cantando, preocupadas, chorando, alheias, amando...
Muitos nem o percebem, mas não deixam de beber do seu animado som

Som simples e contagiante, fazendo que nossa cidade, Belo Horizonte, tenha um horizonte ainda mais belo... Naquele pedacinho entre Tupis e Tamoios, os espíritos dos índios o cerca

Seu Jucemir e o seu acordeon, não sei por quanto tempo ainda teremos o prazer de sua companhia, queríamos que fosse para sempre, por isso deixo esse poema no ar...

Sua música é uma dádiva, um dom, tenho pena dos cegos de alma e cegos pela pressa, que não percebem o mundo, que não pararam para ouvi-lo tocar.

17 comentários:

  1. hoje uma amiga me perguntou onde eu arrumava as frases que coloco no meu msn. eu respondi que era de observar o dia....
    e o seu texto é exatamente isso...
    aliás, que saudade de BH

    ResponderExcluir
  2. A música poide transformar muitas coisas!!!

    ResponderExcluir
  3. Artistas de rua, estes são os verdadeiros artistas que levam a alegria sem nada cobrar, apenas esperando um sorriso dos que passam.

    ResponderExcluir
  4. A música pode transformar muitas coisas!!! [2]

    ResponderExcluir
  5. Que legal, existe algum video dele para gente ver?

    http://umcontoemeio.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. muito bom parabens pelo blog !!

    http://futrockmma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Se todo mundo divulga-se um pouquinho do seu artista local ja pensou quantas descobertas?
    Parabens!beijo

    ResponderExcluir
  8. Que lindo seu texto!
    Eu gostaria de conhecer uma pessoa assim, ele com certeza deve ser muito encantador.

    ResponderExcluir
  9. Que lindo! =]
    Adorei o texto.
    Dá uma passadinha lá no meu blog. Se te agradar, podemos fazer uma parceria.

    ResponderExcluir
  10. Gostei muito do seu texto e da forma com que descreveu as coisas <3
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  11. Olá! No momento estou apenas te seguindo, mas prometo voltar e comentar em breve suas postagens!Agradeceria se seguisse o meu blog, assim criamos um vínculo que facilite a divulgação de ambos os blogs! passa lá?
    http://medicinepractises.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. que lindo! *-*
    Desde o inicio seu texto me fez lembrar de uma frase de Antoine de Saint: "O Essencial é Invisível aos Olhos"
    Ótimo post, suceesso!

    ResponderExcluir
  13. Apesar de não sei um dos meus preferidos, gostei bastante do texto, principalmente da história =)

    ResponderExcluir
  14. Estou te seguindo parabéns!!

    http://www.supremux.com/ Visite diariamente!

    ResponderExcluir
  15. Senssibilidade total. Seu Jecemir me fez lembrar Arlindo dos oitos baixos, que também não enxerga com os olhos, mas enxerga com coração, ouvidos apurados e mãos impecáveis ao ponto de nos fazer viajar no meio do salão.
    Parabéns!
    Ah! Me deu vontade de forrozar rsrsrrsr

    ResponderExcluir